11/12/2010

Governo suspende limite de leilões de estoques e dobra venda a ?balcão? de milho

O Presidente Executivo da União Brasileira de Avicultura (UBABEF), Francisco Turra, foi informado hoje (11), por telefone, pelo ministro da Agricultura, Wagner Rossi, de que o governo federal tomará várias medidas para ajustar o mercado de milho.

Segundo o Ministro, serão suspensos os limites de leilões de estoques de milho, o que deverá amenizar o cenário inflacionário, já que agora acontecerão de acordo com a necessidade de equilíbrio do mercado. A medida vai se estender a todas as regiões onde há falta, incluindo o Sul do país. Juntamente com essa decisão o governo dobrará o limite da chamada venda a “balcão” de milho, que poderá atingir no máximo 54 toneladas.

Outra informação repassada pelo ministro Rossi é a da realização de encontro entre ele e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, para definir detalhes sobre uma portaria referente à realização de leilões de VEP (Valor para Escoamento de Produto), que deverá ser editada na próxima quarta-feira (17).

As medidas somam-se a outras que estão sendo adotadas pelo poder público, com o objetivo de conter as altas consecutivas nos preços do grão.

“A intervenção governamental é a única forma de conter o grave problema que o encarecimento dos insumos está causando à produção alimentar brasileira. Sem a ação imediata do governo para conter o aumento dos custos de produção, o repasse para o consumidor será inevitável e poderá gerar inflação”, explica o Presidente da UBABEF.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo, faça seu comentário.

S.R.S